01.01.2003 - Brasília/DF - Acompanhado das esposas, FHC transmite a faixa presidencial para Lula. Foto: Marcello Casal Jr./ABr
13 de julho de 2020 | Por Marlos Ápyus

Ao mercado brasileiro

Fernando Collor de Mello terminou o primeiro turno de 1989 com 30% dos votos. Vencida por Lula, a disputa pela segunda vaga do segundo turno contou ainda com Leonel Brizola na terceira posição; e, um pouco mais atrás, Mário Covas. O trio somou 30 milhões de votos, ou 50% a mais do que os 20 milhões que o candidato do PRN recebeu. Natural, portanto, imaginar que união levaria à vitória. Desta forma, PT, PCdoB, PSB, PDT e PSDB pediram para que os eleitores votassem 13 no 17 de dezembro de 1989.

Continuar lendo Ao mercado brasileiro
07.09.2019 - Brasília/DF - Silvio Santos e Íris Abravanel prestigiam o desfile de 7 de Setembro. Foto: Alan Santos/PR
8 de julho de 2020 | Por Marlos Ápyus

Um choque de capitalismo

Para entender a polarização que domina a política brasileira, talvez seja necessário voltar seis décadas no tempo, quando Senor Abravanel, aos 29 anos de idade, começou a adaptar para a TV os shows que apresentava no rádio. Três anos depois, já como Programa Silvio Santos, o empresário conseguiu comprar duas horas das tardes de domingo da TV Paulista. Após migrar em 1965 para a Rede Globo, chegaria a atingir 89 pontos de audiência, o que o transformou não só em uma celebridade nacional, mas num potencial concorrente da própria emissora.

Continuar lendo Um choque de capitalismo