Grande História

É preciso falar sobre o chimpanzé pilotando o Boeing

Chimpanzé

A primeira morte brasileira por covid-19, o avanço do novo coronavírus, a sabotagem presidencial, a retaliação dos adultos, a gestão da crise, e muito mais.

Um dos motores do Boeing 737 parou. O combustível está no fim. Os radares não funcionam. Não se sabe nem para qual lado fica o aeroporto mais próximo.

Na cabine, um chimpanzé.

Para além do Twitter

Há alguns dias, a alegoria acima extrapolou os limites do Twitter. Há chance de ela ter sido involuntariamente inspirada –pode acontecer– em mensagem semelhante que Rodrigo Saraceno publicou no início de 2019. Há chance de ela ter involuntariamente inspirado o presidenciável Ciro Gomes –que não está com coronavírus– em reposta ao jornalista Henrique Araújo.

Comando do Boeing

O presidente da República está alinhado com os blogueiros sujos bolsolavistas, e defende nos bastidores que o avanço da covid-19 não passa de uma conspiração chinesa, mesmo que oficiais chineses acreditem que a doença tenha se originado de uma conspiração americana – essa conversa de velho doido ocorre “lá e cá”.

Lavando as mãos (ou não)

Bolsonaro argumenta que não se pode culpá-lo por uma eventual disseminação do novo coronavírus. Mas o Brasil amanheceu essa terça-feira com 13 dos 234 casos de covid-19 oriundos da comitiva que acompanhou o presidente em visita a Donald Trump, nos EUA. Em outras palavras, uma fatia superior a 5% da pandemia cresce no país a partir da cúpula do poder Executivo.

Smells like teen spirit

Como se fosse um adolescente, e não um senhor prestes a completar 65 anos, o presidente da República tem se incomodado com o protagonismo do trabalho exemplar do ministro da Saúde. E age para sabotá-lo, vide o passeio público que fez na manifestação golpista de domingo passado.

Primeiro round

Ainda na sexta-feira, o ministro da Saúde proibiu novos cruzeiros turísticos no Brasil. Bolsonaro insistiu para que Mandetta voltasse atrás. Mas o médico derrotou o capitão nessa primeira batalha.

O estado que elegeu Eduardo

O presidente se sentiu traído quando, também na sexta, o ministro da Saúde acompanhou o trabalho de João Doria, governador do estado com o maior número de casos confirmados. Como se não tivesse um filho deputado federal pelo estado de São Paulo, Bolsonaro perguntou: “ô, Mandetta, o que você está fazendo aí ao lado desse Doria?”.

Só pra contrariar

Sergio Moro e Luiz Henrique Mandetta sugeriram que, a exemplo do ocorrido na Argentina e na Colômbia, o Brasil fechasse as fronteiras (coisa que Rodrigo Maia acha que já deveria ter ocorrido). Mas Jair Bolsonaro, ignorando que a direita tem por tradição a defesa de um duro controle de fronteira, vetou a sugestão dos ministros da Justiça e Saúde.

Atrapalhando a reunião

Ontem, Bolsonaro tentou em vão convocar Mandetta para um encontro sobre o mesmo tema enquanto o ministro da Saúde discutia o novo coronavírus com os chefes dos demais poderes. O presidente da República chegou a ser convidado para o tal debate, mas faltou sem dar explicações.

Um general gerindo a crise na Saúde

Hoje, Bolsonaro criou um um novo comitê para lidar com o coronavírus, mas não o entregou ao ministro da Saúde. Reduzindo o protagonismo de Mandetta, o comando foi entregue a Walter Braga Netto, general que chefia a Casa Civil desde a “queda” de Onyx Lorenzoni.

Primeira(s) morte(s)

Na manhã de hoje, veio a notícia que tantos temiam: São Paulo registrava a primeira morte por covid-19. A vítima era um idoso de 62 anos. Ele tinha hipertensão e diabetes, mas sobrevivia até ser infectado pelo novo coronavírus. Para piorar, havia outros quatro óbitos ainda sob investigação.

Dias de festa?!

Enquanto o país começava a contabilizar corpos, o presidente da República anunciava numa rádio que tudo não passava de histeria, e anunciava uma “festinha tradicional” para comemorar, no próximo final de semana, o próprio aniversário e o da esposa.

Entre Aspas

“Você sabe muito bem. Todo brasileiro está recebendo em seu celular. Você não é presidente mais. Você não é presidente mais!”

De um haitiano ainda anônimo que aguardava Jair Bolsonaro próximo ao Palácio do Planalto.

Mãos à obra

Ainda ontem, o prometido pacote de Paulo Guedes foi lançado prevendo a injeção de R$ 147,3 bilhões na economia. Para tanto, antecipará duas parcelas do décimo-terceiro para aposentados e pensionistas, ampliará o Bolsa Família, adiará em três meses o pagamento do Simples Nacional e do FGTS, e repassará R$ 4,5 bilhões do DPVAT para o combate ao novo coronavírus, entre outras medidas. Mesmo assim, o ministro da Economia se mostrou contra o confinamento adotado em outros países, e, em mais uma fala dispensável, minimizou as milhares de mortes ocorridas na China.

Desenhou

Retaliação

Enquanto Supremo e Congresso trabalhavam com o ministro da Saúde como se não houvesse a necessidade de um presidente na República, o PDT entrou na Justiça por uma medida cautelar de urgência para que Bolsonaro seja posto em quarentena. O PSOL, por sua vez, prometeu ir mais longe e denunciar o presidente à Organização Mundial de Saúde por contrariar orientações do órgão.

Impeachment?

Além das iniciativas da oposição, o Congresso cogita reagir aos abusos presidenciais remanejando recursos da SECOM, da Defesa e até do cartão corporativo. Os parlamentares entendem que não é momento para impeachment, tanto que a luta contra o coronavírus forçou Alexandre Frota a adiar o pedido que entregaria. Mas Leandro Grass, deputado distrital pelo Rede, protocolou um primeiro pedido contra Bolsonaro.

Impeachment…

Gabriel Azevedo, vereador de Belo Horizonte que também prepara um pedido de impeachment de Jair Bolsonaro, anunciou nas redes sociais que está com covid-19. Ele prestigiou um evento que contou com a presença de Romeu Zema, governador mineiro que iniciou recentemente um isolamento após ter contato com um integrante da comitiva de Bolsonaro que voltou dos Estados Unidos com o novo coronavírus.

Um Pio

Curtas

  1. Alex Phares, o porta voz renegado que confirmou à Fox News que um primeiro teste de Jair Bolsonaro dera positivo para covid-19, foi quem levou Eduardo Bolsonaro à Conferência Conservadora que se tornou um foco de disseminação do novo coronavírus no Estados Unidos.
  2. Gustavo Bebianno, que morreu na madrugada de sábado, começou a passar mal ainda no início da noite de sexta, após comer uma feijoada.
  3. Proibidos de deixar o presídio por causa do novo coronavírus, detentos do semiaberto iniciaram motins que resultaram em fugas em quatro penitenciárias paulistas.
  4. A Rede Globo, que confirmou um primeiro caso de covid-19 entre seus funcionários, vai paralisar as gravações das novelas, reprisar a novela “Fina estampa” no lugar de “Amor de mãe”, e ampliar a grade jornalística.
  5. É lamentável que o Twitter continue achando que as próprias regras não são violadas por uma espécie de misoginia grupal que avança contra as mulheres da rede, em especial, as jornalistas.
  6. Lá fora, onde a desgraça está mais avançada, a Espanha, que deve estatizar hospitais para garantir atendimento à população, já enterrou 491 de seus cidadãos – foram 150 só nas últimas 24 horas.
  7. No Japão, o vice-presidente do Comitê Olímpico descobriu que está com covid-19.
  8. O PIB da China deve sofrer nesse primeiro trimestre uma contração venezuelana de -9% – a primeira em 44 anos.
  9. A FIFA decidiu adiar a edição 2020 da Eurocopa e Copa América.
  10. Arnold Schwarzenegger, republicano que, de 2003 a 2011, governou a quinta maior economia do mundo, implorou: “escutem os especialistas, ignorem os idiotas“.

Vale Seguir

Kody Antle mantém no TikTok um perfil em que mostra que tigres, leões e chimpanzés são animais muito amáveis desde que não estejam na cabine de um Boeing 737.

@kodyantle

Best Friends! 🧡 @myrtlebeachsafari ##chimp ##myrtlebeach

♬ Cuz I Love You – Lizzo

Fontes

Essa coluna só pôde ser escrita graças ao trabalho de uma imprensa profissional que apurou as informações referenciadas mais acima, e que aqui embaixo é reverenciada: BBC, Correio Braziliense, Crusoé, Estadão, Folha de S.Paulo, G1, NY Times, O Antagonista, O Globo, O Povo, Pública, Super Tupi, The Intercept Brasil, UOL, Valor Econômico e Veja.

Chimpanzé

A imagem que ilustra essa edição foi liberada pelo pxhere.com para uso livre, e captura em preto e branco a imagem de um chimpanzé.

Não existe país decente sem imprensa livre.

Canção do dia

Porque é preciso contar a todo mundo que se trata de sabotagem.

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

To Top