9 de abril de 2020

Escutem os especialistas, ignorem os idiotas

Em meados dos anos 1950, sem o mesmo rigor trabalhado atualmente, a indústria farmacêutica estava certa de que era seguro receitar talidomida para grávidas não mais sentirem enjoos matinais. Após 8 anos, com 46 países comercializando o produto, o sedativo foi retirado de circulação. Até 1962, mais de 10 mil bebês tinham nascido com má formação nas pernas e braços em decorrência do uso da droga. Na época, como o FDA exigiu testes mais firmes, os Estados Unidos escaparam da tragédia. Mas Alemanha, Reino Unido, Austrália e Brasil vivenciaram o drama. Desde então, o caso é exemplo da necessidade dos devidos testes de laboratório antes de uma medicação ser lançada no mercado.

Continuar lendo Escutem os especialistas, ignorem os idiotas
22 de abril de 2020

Para se blindar do impeachment, Bolsonaro aderiu ao “toma lá, dá cá” que tanto criticava

No domingo, dia 19, Jair Bolsonaro protagonizou um discurso golpista em Brasília. Na terça, dia 21, o Datafolha percebeu que, em decorrência da distribuição de R$ 600 como auxílio emergencial, aquele que Carlos Bolsonaro chamou de socialista, a avaliação do presidente não vem sofrendo grandes estragos. Em outras palavras, ficou claro que, com dinheiro no bolso, a democracia que lute.

Continuar lendo Para se blindar do impeachment, Bolsonaro aderiu ao “toma lá, dá cá” que tanto criticava
29 de abril de 2020

A conta dos óbitos por covid-19 já está no colo de Bolsonaro

Jair Bolsonaro estava confiante no sucesso da nomeação de Alexandre Ramagem, homem indicado por Carlos Bolsonaro para o comando da Polícia Federal. O presidente da República já adiantava que seria reaberta a investigação sobre o atentado que sofreu na eleição de 2018. Eduardo Bolsonaro, com o testemunho de uma entidade que para ele fez campanha, garantia que a corporação não sofria interferência política. E a esposa do nomeado colecionava ataques a João Doria e Rodrigo Maia nas redes sociais. Mas os bolsolavistas não contavam com a astúcia de Alexandre de Moraes.

Continuar lendo A conta dos óbitos por covid-19 já está no colo de Bolsonaro
30 de abril de 2020

A Justiça cerca Bolsonaro e aliados por ao menos seis frentes

Só hoje noticiaram que, ainda em 27 de março, Jair Bolsonaro estimulou uma carreata contra a quarentena em Manaus, primeira cidade brasileira onde o sistema de saúde entraria em colapso por causa da covid-19. Na época, a doença já havia feito 321 vítimas fatais no Brasil. De lá para cá, também chamou atenção a situação de Blumenau. Atendendo a determinação feita 9 dias antes por Carlos Moisés, governador eleito pelo mesmo PSL que já abrigou o presidente da República, os shoppings reabriram no dia 22 de abril. Seis dias depois, crescia em 98% os casos de novo coronavírus na cidade catarinense.

Continuar lendo A Justiça cerca Bolsonaro e aliados por ao menos seis frentes
4 de maio de 2020

Bolsonaro interferiu na PF exatamente como Moro alertou

Ainda que contasse com o apoio de Dias Toffoli, o cerco ao governo Bolsonaro não dava descanso nem no feriadão. No sábado, contrariando o Itamaraty, Luís Roberto Barroso suspendeu a expulsão de diplomatas venezuelanos. Nas redes sociais, a imprensa lembrava a paródia cantada na campanha de 2018 por Augusto Heleno contra o mesmo centrão que hoje Jair Bolsonaro compra com cargos públicos. E, após uma plantonista suspender por 5 dias a decisão que obrigava o presidente da República a exibir o laudo comprovando que jamais teve covid-19, o presidente do TRF-3 negou o recurso da Advocacia-Geral da União contra a divulgação dos exames.

Continuar lendo Bolsonaro interferiu na PF exatamente como Moro alertou