13 de março de 2020

Impeachment é pouco

A Itália acumulava mais de mil mortes pelo novo coronavírus quando Jair Bolsonaro, dois dias após fazer pouco caso da pandemia, surgiu no Brasil de máscara na transmissão que habitualmente apresenta às quintas-feiras. O presidente da República estava sendo testado para a covid-19. Instantes depois, Bolsonaro usou dois terços de um pronunciamento nas redes de rádio e televisão para dar satisfações aos militantes que convocavam uma manifestação golpista para o próximo domingo. Na fala, ignorando que jurava ser este um ato cívico a favor do Brasil, pediu seu adiamento argumentando que um “tremendo recado” tinha sido dado ao Congresso.

Continuar lendo Impeachment é pouco
25 de março de 2020

Página infeliz da nossa história

A missão jornalística é complexa: alimentar a opinião pública de forma que não se entregue ao pânico, ou ao descaso. Há, no entanto, algumas certezas: “gripezinha” não faz com que uma pista de patinação no gelo precise ser convertida em um gigantesco necrotério ou os corpos que se amontoam em Madrid apodreceriam; “gripezinha” não faria a Organização das Nações Unidas alertar os líderes do G-20 que há o risco de o mundo ser atingido por uma “pandemia de proporções apocalípticas“. Mas a missão de Jair Bolsonaro é outra.

Continuar lendo Página infeliz da nossa história
30 de março de 2020

Pode morrer 12 vezes mais brasileiros com o modelo de Bolsonaro

Luiz Henrique Mandetta tentou emparedar Jair Bolsonaro. O ministro da Saúde perguntou se “estamos preparados para ver caminhões do Exército transportando corpos“; prometeu que, enquanto for ministro, irá contrariar qualquer ordem não baseada em dados técnicos; e sentenciou que os manifestantes que participarem de carreatas contra o confinamento entrarão em quarentena em até duas semanas. Ao mesmo tempo, faltou a uma reunião de 50 ministros da Saúde com a Organização Mundial de Saúde, e pagou pedágio ao chefe ao chamar de sórdida a imprensa, o que rendeu uma resposta firme do jornalismo da Rede Globo.

Continuar lendo Pode morrer 12 vezes mais brasileiros com o modelo de Bolsonaro
6 de abril de 2020

Adiar o impeachment de Bolsonaro é um luxo que não cabe ao Brasil

O mundo todo enfrenta duas crises: uma sanitária, em decorrência do avanço da covid-19, e uma econômica, em decorrência da crise sanitária. O Brasil, por sua vez, enfrenta três: uma sanitária, uma econômica e uma política. Com o agravante de que a política, levando a um número maior de óbitos, e a uma recessão ainda mais profunda, dificulta o enfrentamento das outras duas.

Continuar lendo Adiar o impeachment de Bolsonaro é um luxo que não cabe ao Brasil
8 de abril de 2020

Bolsonaro, um presidente focado em atrapalhar o próprio governo

Na segunda-feira, a revista Veja publicou que, para forjar um cenário que justifique a demissão de Luiz Henrique Mandetta, Jair Bolsonaroliberou o núcleo ideológico vinculado ao chamado gabinete do ódio a vasculhar o passado do ministro de modo a identificar supostos pecados“. Por isso, não causou espanto quando, ontem, o Jornal Nacional reservou 77 segundos para o ministro da Saúde “condenar a enxurrada de fake news nas redes sociais sobre a doença e a atuação do Ministério da Saúde“.

Continuar lendo Bolsonaro, um presidente focado em atrapalhar o próprio governo