2 de junho de 2020

Jair Bolsonaro conseguiu as 30 mil mortes, falta a guerra civil

Em 1999, Jair Bolsonaro concedeu uma polêmica entrevista ao programa “Câmera Aberta”, da Band. De uma longa sequência de absurdos, ficou na memória o trecho no qual diz que o país só melhoraria “quando nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro, e fazendo o trabalho que o regime militar não fez, matando uns 30 mil“. Depois de citar o ainda presidente Fernando Henrique Cardoso como o primeiro a ser executado, o deputado federal acrescentou: “se vai morrer alguns inocentes, tudo bem, tudo quanto é guerra morre inocente“.

Continuar lendo Jair Bolsonaro conseguiu as 30 mil mortes, falta a guerra civil
15 de junho de 2020

Mesmo com “bombardeio” no STF, o pior veio do ministro da Justiça

No dia em que o Brasil superou as 40 mil mortes por covid-19, Jair Bolsonaro usou as redes sociais para incitar a invasão de hospitais de campanha da parte dos próprios apoiadores. Desde então, estruturas do tipo foram atacadas por bolsolavistas no Rio de Janeiro, no Ceará, e no Espírito Santo.

Continuar lendo Mesmo com “bombardeio” no STF, o pior veio do ministro da Justiça
16 de junho de 2020

É preciso conter com urgência o neotenentismo bolsolavista

Entre 4 e 14 de fevereiro de 2017, o Espírito Santo foi vítima de um motim da Polícia Militar. Nos onze dias da greve criminosa, 181 capixabas foram mortos. Na logística da paralisação, operava um grupo político ligado ao então deputado Jair Bolsonaro, que os apoiava nas redes sociais.

Continuar lendo É preciso conter com urgência o neotenentismo bolsolavista
23 de junho de 2020

Governo Bolsonaro: o começo do fim?

Nem passa pela minha cabeça. O nosso presidente se chama Jair Bolsonaro, seu primeiro governo vai até 2022. E, se o povo brasileiro assim o quiser, ele prossegue até 2026“. As aspas partiram de Hamilton Mourão ao responder se estava preparado para eventualmente assumir a Presidência da República. O mais estranho, contudo, é o vice-presidente precisar oferecer esse tipo de garantia num governo que ainda não completou um ano e meio de mandato.

Continuar lendo Governo Bolsonaro: o começo do fim?
24 de junho de 2020

O momento em que Jair Bolsonaro virou um fenômeno eleitoral

Há um mês, Jair Bolsonaro aproveitou o “quebra-queixo” na saída da residência oficial para prometer que só voltaria a falar com os repórteres quando, na ótica turva dele, passassem a “falar a verdade“. Foi a senha para que os bolsolavistas que diariamente bajulam o presidente da República levassem os ataques contra a imprensa ao limite da agressão física.

Continuar lendo O momento em que Jair Bolsonaro virou um fenômeno eleitoral