27 de abril de 2020

Mais da metade do país concorda com o impeachment de Bolsonaro

Para o comando da Polícia Federal, Jair Bolsonaro escolheu Alexandre Ramagem, nome de confiança que, com Carlos Bolsonaro, havia tentado montar uma espécie de “Abin paralela” dentro do Palácio do Planalto. Para a vaga que Sergio Moro deixou livre no Ministério da Justiça, o presidente sondou Ives Gandra Filho, e chegou a se decidir Jorge Oliveira, que atuava como secretário geral da Presidência da República, mas num passado recente chefiou o gabinete de Eduardo Bolsonaro. Contudo, vem prometendo surpresas, e o nome de André Mendonça, atual advogado-geral da União, corre por fora como alternativa.

Continuar lendo Mais da metade do país concorda com o impeachment de Bolsonaro
20 de maio de 2020

A aliança com o centrão prova que o governo Mourão pode acontecer

Ontem, o monitoramento da covid-19 superou pela primeira vez no Brasil a marca de mil óbitos em um único dia. Como bem apontou o roteirista Antonio Tabet, as 1.179 mortes equivaliam à soma de outras tragédias que pararam o país, como o rompimento das barragens de Brumadinho (270 vítimas fatais), o incêndio na boate Kiss (242), a queda do voo da Air France (228), a queda do avião da TAM (199), o massacre de Carandiru (111), a queda da aeronave da Chapecoense (71), a explosão no Osasco Plaza Shopping (40), o incêndio no Flamengo (10) e a chacina da Candelária (8). Mesmo assim, a primeira imagem que os brasileiros tiveram do presidente da República exibia Jair Bolsonaro sorridente fazendo um trocadilho de graça questionável com as palavras “cloroquina” e “Tubaína”, o que rendeu protesto da marca.

Continuar lendo A aliança com o centrão prova que o governo Mourão pode acontecer