16 de abril de 2020

Por puro egoísmo, Bolsonaro demitiu o ministro mais necessário

Minutos após a confirmação de 596 mortes por covid-19 em apenas três dias, a queda de braço chegou ao fim: Jair Bolsonaro demitiu o ministro da Saúde. De imediato, panelaços foram ouvidos em diversas localidades do Brasil. Se a queda de Luiz Henrique Mandetta era desejo antigo do presidente da República, o próprio ministro vinha cavando a demissão desde sábado, quando, em visita às obras de um hospital de campanha em Goiás, o chefe se deu a provocar o auxiliar criminosamente se entregando a aglomerações. “São 60 dias nessa batalha. Isso cansa“, reclamou o demitido ainda ontem em entrevista.

Continuar lendo Por puro egoísmo, Bolsonaro demitiu o ministro mais necessário
4 de maio de 2020

Bolsonaro interferiu na PF exatamente como Moro alertou

Ainda que contasse com o apoio de Dias Toffoli, o cerco ao governo Bolsonaro não dava descanso nem no feriadão. No sábado, contrariando o Itamaraty, Luís Roberto Barroso suspendeu a expulsão de diplomatas venezuelanos. Nas redes sociais, a imprensa lembrava a paródia cantada na campanha de 2018 por Augusto Heleno contra o mesmo centrão que hoje Jair Bolsonaro compra com cargos públicos. E, após uma plantonista suspender por 5 dias a decisão que obrigava o presidente da República a exibir o laudo comprovando que jamais teve covid-19, o presidente do TRF-3 negou o recurso da Advocacia-Geral da União contra a divulgação dos exames.

Continuar lendo Bolsonaro interferiu na PF exatamente como Moro alertou
7 de maio de 2020

Maia, Davi, Toffoli e Aras: a história não esquecerá os omissos

Com a esquerda no poder, quem reclama do isolamento social na Argentina é a oposição. Mas Alberto Fernández tem um ótimo argumento para defender a política adotada pelo próprio governo: enquanto a covid-19 matou menos de 300 argentinos, no país em que Jair Bolsonaro encampa o discurso dos empresários mais aloprados, o total de vítimas fatais já supera as 9 mil.

Continuar lendo Maia, Davi, Toffoli e Aras: a história não esquecerá os omissos
21 de maio de 2020

O delegado que vazou a Furna da Onça aos Bolsonaros é conhecido na PF por um apelido

Mesmo com a Organização Mundial de Saúde reforçando que não foi comprovada a eficácia da cloroquina no combate à covid-19, o Ministério da Saúde trabalha para aumentar os estoques do medicamento. O Governo Federal quer comprimidos suficientes para 375 mil tratamentos, cem mil a mais do que o total de casos confirmados no Brasil desde o início da pandemia.

Continuar lendo O delegado que vazou a Furna da Onça aos Bolsonaros é conhecido na PF por um apelido