27 de abril de 2020

Mais da metade do país concorda com o impeachment de Bolsonaro

Para o comando da Polícia Federal, Jair Bolsonaro escolheu Alexandre Ramagem, nome de confiança que, com Carlos Bolsonaro, havia tentado montar uma espécie de “Abin paralela” dentro do Palácio do Planalto. Para a vaga que Sergio Moro deixou livre no Ministério da Justiça, o presidente sondou Ives Gandra Filho, e chegou a se decidir Jorge Oliveira, que atuava como secretário geral da Presidência da República, mas num passado recente chefiou o gabinete de Eduardo Bolsonaro. Contudo, vem prometendo surpresas, e o nome de André Mendonça, atual advogado-geral da União, corre por fora como alternativa.

Continuar lendo Mais da metade do país concorda com o impeachment de Bolsonaro
18 de junho de 2020

Jair Bolsonaro se embolando sem parar

Um dia após Jair Bolsonaro, em mais uma fala golpista, prometer que estaria “chegando a hora de colocar tudo em seu devido lugar”, o Ministério Público do Rio de Janeiro achou que havia chegado a hora de colocar Fabrício Queiroz na cadeia. No presídio de Bangu, o antigo “faz tudo” da família Bolsonaro há de ter mais dificuldade para obstruir as investigações sobre a organização criminosa que atuava no gabinete de Flávio Bolsonaro no Rio de Janeiro.

Continuar lendo Jair Bolsonaro se embolando sem parar
19 de junho de 2020

Não existe país decente sem imprensa livre

Mesmo como um contraponto democrático à ascensão de Jair Bolsonaro, Lula não se cansava de repetir que iriaregular os meios de comunicação“, um eufemismo para censura. Tanto que, posta em prática na Venezuela, a tal regulação serviu apenas para calar veículos críticos ao chavismo.

Continuar lendo Não existe país decente sem imprensa livre
22 de junho de 2020

Como Jair Bolsonaro tentou sabotar o combate ao novo coronavírus

No sábado, quando o Brasil oficialmente contabilizou 50 mil óbitos por covid-19, um forte editorial do Jornal Nacional ressaltou que “a história vai registrar também aqueles que se omitiram, os que foram negligentes, os que foram desrespeitosos“. Mesmo sem citar nomes, todos entenderam a quem o texto se referia. Mas faz-se necessário um registro mais explícito. Ou corre-se o risco de, no futuro, o passado mais um vez ser deturpado por revisionistas. Nesse sentido, nada melhor do que listar os fatos em ordem cronológica.

Continuar lendo Como Jair Bolsonaro tentou sabotar o combate ao novo coronavírus
23 de junho de 2020

Governo Bolsonaro: o começo do fim?

Nem passa pela minha cabeça. O nosso presidente se chama Jair Bolsonaro, seu primeiro governo vai até 2022. E, se o povo brasileiro assim o quiser, ele prossegue até 2026“. As aspas partiram de Hamilton Mourão ao responder se estava preparado para eventualmente assumir a Presidência da República. O mais estranho, contudo, é o vice-presidente precisar oferecer esse tipo de garantia num governo que ainda não completou um ano e meio de mandato.

Continuar lendo Governo Bolsonaro: o começo do fim?