03.06.2020 - Brasília/DF - Presidente Jair Bolsonaro durante reunião com a Deputada Carla Zambelli (PSL:SP) e empresários do estado do Ceará. Foto: Marcos Corrêa/PR
4 de junho de 2020 | Por Marlos Ápyus

Jair Bolsonaro só tem uma agenda, e ela é golpista

Neste momento, Jair Bolsonaro possui apenas uma agenda: consolidar um golpe de Estado. Desde que o novo coronavírus chegou ao Brasil, o presidente da República não faz outra coisa além de preparar o terreno. O que implica blindar a família de investigações, aparelhar as forças policiais, espionar adversários, usar a lei contra os inimigos, armar as milícias governistas e, à base de muitas mentiras e sabotagens, provocar o conflito que daria luz a um Estado de exceção. Justamente por isso, a própria oposição tem pedido para que o público não compareça aos protestos marcados para o final de semana.

Continuar lendo Jair Bolsonaro só tem uma agenda, e ela é golpista
25.05.2020 - Brasília/DF - Presidente da República Jair Bolsonaro, participa por videoconferência da Solenidade de Posse do Subprocurador-Geral da República Carlos Alberto Vilhena no cargo de Procurador Federal dos Direitos do Cidadão para o biênio 2020-2022. Foto: Marcos Corrêa/PR
9 de junho de 2020 | Por Marlos Ápyus

O gabinete do ódio é o que mais tolhe a liberdade de expressão no Brasil

Durante a maior crise sanitária em um século, o Congresso brasileiro se vê obrigado a votar uma lei delicadíssima que, se mal calculada, pode trazer prejuízo à liberdade de expressão na web. E tudo isso se faz necessário por culpa de Jair Bolsonaro. Porque o presidente da República levou para o Palácio do Planalto a máquina de linchamentos virtuais que o elegeu. Tocada por ex-assessores de Carlos Bolsonaro, ela viria a ser apelidada de “gabinete do ódio“.

Continuar lendo O gabinete do ódio é o que mais tolhe a liberdade de expressão no Brasil
26.06.2020 - Penaforte/CE - Jair Bolsonaro posa para fotografia no canal de transposição do Rio São Francisco. Foto: Alan Santos /PR
26 de junho de 2020 | Por Marlos Ápyus

Quem acredita no Bolsonarinho Paz & Amor?

Ontem, em mais uma das transmissões ao vivo que protagoniza às quintas, Jair Bolsonaro surgiu com um sanfoneiro ao fundo. Era Gilson Machado Neto, presidente da Embratur, que no passado já tocou no Forró da Brucelose. Lamentando o cancelamento dos festejos juninos no Nordeste, o presidente da República pediu para que o músico cantasse, em homenagem aos mais de 55 mil brasileiros mortos pela covid-19, a Ave Maria de Bach e Gounod.

Continuar lendo Quem acredita no Bolsonarinho Paz & Amor?
01.11.2011 - Brasília/DF - A presidenta Dilma Rousseff recebe a faixa presidencial de Lula, no parlatório do Palácio do Planalto. Brasília, 1º de janeiro de 2011. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr
1 de julho de 2020 | Por Marlos Ápyus

Uma missão aos viajantes do tempo

Junho de 2007 até deixou algumas marcas na história. Foi nesse mês, por exemplo, que Ali Hassam al-Majid, o “Ali Químico”, findou condenado à morte por crimes contra a humanidade; que a Apple lançou o iPhone; que Renan Calheiros, ainda na Presidência do Senado, se complicava como “Renangate”; e que Lula, com um irmão flagrado sob suspeita de tráfico de influência, defendia o fechamento de um canal de TV na Venezuela.

Continuar lendo Uma missão aos viajantes do tempo
09.11.2016 - Brasília/DF - Conselho de Ética rejeita processo contra o deputado Jair Bolsonaro, por elogiar Brilhante Ustra. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.
27 de julho de 2020 | Por Marlos Ápyus

A conivência das redes com as milícias digitais de Jair Bolsonaro

No 24 de julho de 2020, por determinação de Alexandre de Moraes, perfis de 16 bolsolavistas foram bloqueados no Twitter e Facebook. Segundo o ministro do Supremo Tribunal Federal, a medida seria necessária para que tais canais não mais fossem utilizados “como instrumento de condutas criminosas apuradas nestes autos“.

Continuar lendo A conivência das redes com as milícias digitais de Jair Bolsonaro