15.04.2020 - Brasilia/DF - O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante a coletiva de imprensa sobre à infecção pelo novo coronavírus. Foto Marcelo Casal Jr. / Agencia Brasil.
16 de abril de 2020 | Por Marlos Ápyus

Por puro egoísmo, Bolsonaro demitiu o ministro mais necessário

Minutos após a confirmação de 596 mortes por covid-19 em apenas três dias, a queda de braço chegou ao fim: Jair Bolsonaro demitiu o ministro da Saúde. De imediato, panelaços foram ouvidos em diversas localidades do Brasil. Se a queda de Luiz Henrique Mandetta era desejo antigo do presidente da República, o próprio ministro vinha cavando a demissão desde sábado, quando, em visita às obras de um hospital de campanha em Goiás, o chefe se deu a provocar o auxiliar criminosamente se entregando a aglomerações. “São 60 dias nessa batalha. Isso cansa“, reclamou o demitido ainda ontem em entrevista.

Continuar lendo Por puro egoísmo, Bolsonaro demitiu o ministro mais necessário
14.06.2005 – Brasília/DF – O deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) depõe no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. Foto Marcello Casal Jr./ABr.
22 de abril de 2020 | Por Marlos Ápyus

Para se blindar do impeachment, Bolsonaro aderiu ao “toma lá, dá cá” que tanto criticava

No domingo, dia 19, Jair Bolsonaro protagonizou um discurso golpista em Brasília. Na terça, dia 21, o Datafolha percebeu que, em decorrência da distribuição de R$ 600 como auxílio emergencial, aquele que Carlos Bolsonaro chamou de socialista, a avaliação do presidente não vem sofrendo grandes estragos. Em outras palavras, ficou claro que, com dinheiro no bolso, a democracia que lute.

Continuar lendo Para se blindar do impeachment, Bolsonaro aderiu ao “toma lá, dá cá” que tanto criticava
03.06.2020 - Brasília/DF - Presidente Jair Bolsonaro durante reunião com a Deputada Carla Zambelli (PSL:SP) e empresários do estado do Ceará. Foto: Marcos Corrêa/PR
4 de junho de 2020 | Por Marlos Ápyus

Jair Bolsonaro só tem uma agenda, e ela é golpista

Neste momento, Jair Bolsonaro possui apenas uma agenda: consolidar um golpe de Estado. Desde que o novo coronavírus chegou ao Brasil, o presidente da República não faz outra coisa além de preparar o terreno. O que implica blindar a família de investigações, aparelhar as forças policiais, espionar adversários, usar a lei contra os inimigos, armar as milícias governistas e, à base de muitas mentiras e sabotagens, provocar o conflito que daria luz a um Estado de exceção. Justamente por isso, a própria oposição tem pedido para que o público não compareça aos protestos marcados para o final de semana.

Continuar lendo Jair Bolsonaro só tem uma agenda, e ela é golpista
06.05.2019 - Brasília/DF - Jair Bolsonaro fala à imprensa. Foto: Palácio do Planalto.
24 de julho de 2020 | Por Marlos Ápyus

Enquanto Jair Bolsonaro torrava milhões com cloroquina, as UTIs ficavam sem medicamentos

Após tratar uma embalagem de cloroquina como um troféu, e ser novamente bicado por emas que alimentava com bananas, Jair Bolsonaro achou por bem ocupar as manchetes oferecendo tais embalagens às tais emas. Mas nada dessa insanidade estaria ocorrendo se não fosse por Didier Raoult.

Continuar lendo Enquanto Jair Bolsonaro torrava milhões com cloroquina, as UTIs ficavam sem medicamentos