07.04.2020 - Brasília/DF - O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, participa de coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, sobre as ações de enfrentamento ao covid-19 no país. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil.
14 de abril de 2020 | Por Marlos Ápyus

É um erro apostar em acertos de Bolsonaro

Passadas 48 horas, ficou ainda mais nítido que a entrevista de Luiz Henrique Mandetta no último domingo foi uma forma de forçar a própria demissão, algo que ele nega. No cálculo equivocado do ministro da Saúde, a queda dele faria com que milagrosamente Jair Bolsonaro se tornasse a pessoa responsável que não foi por 65 anos de vida.

Continuar lendo É um erro apostar em acertos de Bolsonaro
15.05.2020 - Brasília/DF - Presidente Jair Bolsonaro e a primeira dama durante Lançamento da Campanha de Conscientização e Enfrentamento à Violência Doméstica. Foto: Marcos Corrêa/PR
2 de junho de 2020 | Por Marlos Ápyus

Jair Bolsonaro conseguiu as 30 mil mortes, falta a guerra civil

Em 1999, Jair Bolsonaro concedeu uma polêmica entrevista ao programa “Câmera Aberta”, da Band. De uma longa sequência de absurdos, ficou na memória o trecho no qual diz que o país só melhoraria “quando nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro, e fazendo o trabalho que o regime militar não fez, matando uns 30 mil“. Depois de citar o ainda presidente Fernando Henrique Cardoso como o primeiro a ser executado, o deputado federal acrescentou: “se vai morrer alguns inocentes, tudo bem, tudo quanto é guerra morre inocente“.

Continuar lendo Jair Bolsonaro conseguiu as 30 mil mortes, falta a guerra civil
11.02.2020 - Brasilia/DF - O presidente Jair Bolsonaro o vice Hamiltom Mourão durante cerimônia de Assinatura do Decreto de Criação do Conselho da Amazônia. Foto:Isaac Amorim/MJSP
3 de junho de 2020 | Por Marlos Ápyus

O que diabos quer Hamilton Mourão?

Ontem, a cada 68 segundos, o Brasil contabilizou uma nova vítima fatal de covid-19. Nesse ritmo, ao término desta leitura, mais cinco óbitos entrarão para as estatísticas oficiais do governo Bolsonaro. Inclusive, desde que o texto começou, outros cinco brasileiros já se descobriram infectados pelo novo coronavírus. E este é apenas o primeiro parágrafo.

Continuar lendo O que diabos quer Hamilton Mourão?
05.06.2020 - Águas Lindas/GO - Presidente da República, Jair Bolsonaro ,durante chegada em Águas Lindas de Goiás. Foto: Alan Santos/PR
5 de junho de 2020 | Por Marlos Ápyus

É preciso ser esperto e não cair nas armadilhas de Jair Bolsonaro

Um dia após Adélio Bispo esfaquear Jair Bolsonaro, Hamilton Mourão foi sabatinado na GloboNews. E, como esperado, precisou explicar no 7 de setembro de 2018 a fala golpista que aniversariava naquele mês. O então candidato a vice-presidente negou que defendesse intervenção militar, mas argumentou que, no “momento em que a anarquia toma conta do país“, em que “não há mais respeito pela autoridade, grupos armados andando pela rua“, o presidente da República poderia usar as Forças Armadas na “garantia dos poderes constitucionais“. E se deu a indagar: “como é que a gente garante os poderes constitucionais? Mantendo a estabilidade? E, se um poder não consegue mais cumprir a sua finalidade, o que nós fazemos?

Continuar lendo É preciso ser esperto e não cair nas armadilhas de Jair Bolsonaro
25.05.2020 - Brasília/DF - Presidente da República Jair Bolsonaro, participa por videoconferência da Solenidade de Posse do Subprocurador-Geral da República Carlos Alberto Vilhena no cargo de Procurador Federal dos Direitos do Cidadão para o biênio 2020-2022. Foto: Marcos Corrêa/PR
9 de junho de 2020 | Por Marlos Ápyus

O gabinete do ódio é o que mais tolhe a liberdade de expressão no Brasil

Durante a maior crise sanitária em um século, o Congresso brasileiro se vê obrigado a votar uma lei delicadíssima que, se mal calculada, pode trazer prejuízo à liberdade de expressão na web. E tudo isso se faz necessário por culpa de Jair Bolsonaro. Porque o presidente da República levou para o Palácio do Planalto a máquina de linchamentos virtuais que o elegeu. Tocada por ex-assessores de Carlos Bolsonaro, ela viria a ser apelidada de “gabinete do ódio“.

Continuar lendo O gabinete do ódio é o que mais tolhe a liberdade de expressão no Brasil
09.11.2016 - Brasília/DF - Conselho de Ética rejeita processo contra o deputado Jair Bolsonaro, por elogiar Brilhante Ustra. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil.
27 de julho de 2020 | Por Marlos Ápyus

A conivência das redes com as milícias digitais de Jair Bolsonaro

No 24 de julho de 2020, por determinação de Alexandre de Moraes, perfis de 16 bolsolavistas foram bloqueados no Twitter e Facebook. Segundo o ministro do Supremo Tribunal Federal, a medida seria necessária para que tais canais não mais fossem utilizados “como instrumento de condutas criminosas apuradas nestes autos“.

Continuar lendo A conivência das redes com as milícias digitais de Jair Bolsonaro